Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

T2 na Arrentela

T2 na Arrentela

01
Jan20

Capítulo 4 - Parte 2 - As palavras do amigo filósofo. Falhas de memória. Bro. Bolos.


            “Amigo, tu sabes como isto tem sido difícil para mim. Toda a gente se queixa de algum tipo de discriminação, mas não sei se haverá um ser vivo mais vilmente e injustamente ridicularizado do que o careca.  O careca tem de dar constantes respostas a um conjunto de preconceitos particularmente maldosos.

Enquanto deambulo na rua sei que as pessoas pensam uma de três coisas:

  • Pensam que tenho cancro, resultando a minha careca da quimioterapia;
  • Pensam que sou skinhead, de vertente neonazi;
  • Pensam que tenho sucesso com as mulheres porque «é dos carecas que elas gostam mais.»

            Digo-te já: nada disso é verdade. Com cabelo tinha namorada, sem cabelo estou solteiro. Desde que estou careca, sempre que apanho um táxi, perguntam-me se vou para o I.P.O e lá tenho de dizer que não, que nunca estive no I.P.O. Os taxistas ao perceberem que nunca estive no I.P.O assumem que sou neonazi e que a minha ausência se prende com a existência de crianças judias naquele edifício hospitalar. Tudo isto é triste, tudo isto é calvo.”

            Pelo menos é desta forma que recordo as palavras do meu amigo João. Calculo que em vez de amigo ter-me-á chamado pelo meu nome uma vez ou outra; talvez até me tenha chamado bro. O João é poliglota e moderno. «Eu é mais bolos.»

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

BIFANA

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D